terça-feira, 15 de junho de 2010

Multigate com Expandergate, duvidas?

E para quem está perdido com o que são tais equipamentos, vejamos:


Noise Gate (também conhecido carinhosamente apenas por Gate): tem a função de cortar o sinal sonoro quando sua intensidade está baixa e o ruído começa a aparecer. Como o próprio nome diz, trata-se de uma porta que se abre conforme o ajuste determinado (ajuste este conhecido como Threshold), permitindo que tanto o som quanto o ruído passem quando o seu nível é maior que o ajuste,
ou proibindo a sua passagem quando o nível é menor que o Threshold.


É muito interessante para uso com instrumentos e até microfones.


Em instrumentos:


- algumas guitarras, quando equipadas com muitos pedais ligados em série, costumam dar muito ruído. Durante a execução de uma música, esse ruído praticamente não é percebido, mas é só haver um período de silêncio para ele se tornar incômodo. Um gate pode servir exatamente para resolver este problema, pois quando o músico parar de tocar, o nível de sinalel cai e o gate, ao perceber isto, "fecha" a porta, eliminando o ruído.


- alguns contrabaixos dão muito ruído por causa do aterramento deficiente. O gate pode também ajudar nesse caso.


O Noise Gate automatiza, para o operador de som, a função de "apertar o Mute" da mesa de som.


Em microfones:


- em microfonação de bateria, é muito comum todos os microfones estarem abertos e, ao se executar uma música, cada microfone captar tanto a sua peça (bumbo, tons, caixa, etc) quanto outras peças. Isso pode tornar a mixagem e - em especial a gravação - muito "suja". Neste caso, um noise-gate pode ser utilíssimo para "fechar" os microfones dos tons que não estão em uso no momento, ou seja, o gate só "abre" para a passagem do som de cada microfone quando o mesmo está sendo executado, "limpando" o som.


- em situações onde temos inúmeros microfones para voz, o noise-gate também pode ser aplicado, permitindo que se deixe todos "abertos" (prontos para uso), mas configurados para não captar sons de baixa intensidade. Não evita microfonias, mas sim evita aquelas captações de baixa intensidade que podem vir a incomodar no PA.


Um Noise-Gate pode ter os seguintes controles:


Threshold - nível de ajuste


Attack - tempo de ataque ao sinal, ou seja, se o sinal será cortado rapidamente ou devagar


Release - após o nível voltar a exceder o ajuste, pode-se determinar por este controle se o sinal será aberto "abruptamente" ou de forma mais lenta, gradual.


Range - a maioria dos Gates tem uma atenuação fixa, mas em alguns equipamentos seria possível determinar valores de atenuação variável, como -20dB, -40dB, -60dB.


Frequency - é possível determinar a qual faixa de frequências o Noise-Gate será mais sensível, atuando assim não somente sobre todo o som, mas principalmente sobre uma determinada faixa. Muito útil em microfonação de baterias. Esses filtros podem vir como um ajuste paramétrico ou então como LPF/HPF


Side Chan - o controle da abertura/fechamento do sinal é controlado não pela própria fonte, mas por um outro sinal de entrada. Muito comum em eventos onde há momentos de locução (voz) e momentos de música mecânica (CD). O gate pode ser programado para, ao existir sinal vindo do microfone, "fechar" a porta para o CD.
Expander (Expander)


Enquanto um compressor tem por função controlar a dinâmica acima de um determinado nível, o Expander tem como função controlar a dinâmica quando o sinal está abaixo desse nível. Se o nível de um determinado sinal fica abaixo de um nível pré-estabelecido (Threshold), o Expander tem por função tratá-lo de uma determinada forma, atenuando lentamente (em vez do corte abrupto do Gate, uma atenuação mais lenta, mais natural). Isso pode ser útil para aumentar faixa dinâmica de áudio. Por exemplo, um microfone tem atenuação normal de -10dB. Pode programar o Expander para, após o nível descer a um determinado ponto, o Expander atenuar o sinal em -30dB (aplicando-se uma razão de 3:1), ganhando-se assim uma atenuação de -30dB. Notem que um sinal que antes tinha faixa dinâmica de, por exemplo, 70dB, agora terá variação dinâmica de 90dB com o uso do Expander


Não encontramos um equipamento "Expander", mas a função geralmente acompanha os Compressores ou os Gates, já que seus controles são semelhantes.
A linha pontilhada "normal level" seria o sinal de áudio "natural", sem processamento, seguindo seu caminho (tanto para cima, aumentando o volume, quanto para baixo, atenuando o volume). A partir de um determinado ponto (o Threshold, de onde saem todas as linhas coloridas), muito pode acontecer:


- Compressor - linha laranja: o crescimento do sinal não é mais "natural", mas modificado para crescer menos do que o devido, a partir de uma determinada razão (Ratio)
- Limiter - linha vermelha - o sinal agora é impedido de crescer, permanecendo em um nível máximo pré-estabelecido
- Noise Gate - linha azul claro - a partir daquele determinado ponto, o sinal é praticamente cortado, deixando de existir
- Expander - a partir do Threshold, o nível de sinal é atenuado de forma mais suave que com o Noise Gate.
Autoria: Fernando Bersan

Nenhum comentário:

Postar um comentário